Detentos estão em crise de abstinência; drogas não estão “caindo” no pátio

Mais uma tentativa de arremesso no Presídio Estadual de Alegrete foi interceptada.

Droga - arremesso - PEAL
Droga - arremesso - PEAL

Nos últimos meses, é perceptível a crescente tentativa de burlar a segurança e a tela do Presídio Estadual de Alegrete para que os apenados possam receber suas “encomendas”.

A modalidade empregada nos últimos episódios tem sido frustrante para os arremessadores, pois os policiais militares da Guarda Externa ou os Agentes da Susepe têm interceptado os pacotes assim que identificados, é através do uso de preservativos e moedas.

Droga - arremesso - PEAL
Droga – arremesso – PEAL

A droga é fracionada de forma que forme pequenas porções que são afixadas em moedas com muitas fitas. O objetivo das moedas que varia entre 0,25 e 1,00 é dar peso para que, no momento que o invólucro caia na tela, a droga chegue ao destino que é o pátio da Casa Prisional.

O trabalho realizado à frente do PEAL, do administrador, Cledir Pies, tem sido referência e um dos mais elogiados nas últimas décadas.

Samu Mental, BM e populares salvam uma jovem na Ponte Férrea

Mais uma tentativa de arremesso na sexta-feira, foi identificada pelos policiais militares da Guarda Externa. Eles apreenderam sobre a tela galvanizada, que protege a área de recreação dos apenados, um pacote, com destino aos mesmos(detentos). A encomenda estava envolta com um preservativo e, no interior foram identificadas mais de 30 porções de maconha, bem como, algumas moedas. O material foi apreendido. O autor do arremesso não foi identificado.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários