Encontro ajusta novas medidas no combate à violência contra mulher em Alegrete

“Hoje a Polícia Civil dá mais um passo em apoio à todas mulheres, sobretudo as vítimas de violência doméstica".

Encontro ajusta novas medidas no combate a violência contra mulher em Alegrete
Encontro ajusta novas medidas no combate a violência contra mulher em Alegrete

No mês que é celebrado os 15 anos da Lei Maria da Penha, a delegacia de polícia de Alegrete, em ato conjunto com os demais membros da rede de proteção a mulheres em situação de vulnerabilidade, promoveu encontro para avaliar ações já tomadas e promover novas medidas a serem tomadas junto à comunidade.

Encontro ajusta novas medidas no combate a violência contra mulher em Alegrete
Encontro ajusta novas medidas no combate a violência contra mulher em Alegrete

No final da manhã desta segunda-feira (16), estiveram reunidos na DP em Alegrete, Secretaria de Promoção e Desenvolvimento Social, Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS e Polícia Civil.

Durante o encontro, foi inaugurada um novo espaço para acolhimento de vítimas de violência doméstica possam ser atendidas em um ambiente mais acolhedor, a sala kids, tem por objetivo proporcionar um ambiente de melhor acolhimento as vítimas que muitas vezes, acompanhadas de filhos e demais familiares buscam a delegacia em momentos de extrema vulnerabilidades. O atendimento na sala kids ficará a cargo da comissária de polícia Carol Guimarães, que fará o primeiro contato.

Para uma das policiais do Posto da Mulher em Alegrete, Renize Castro Braga, ações como estas, vão fortalecer o atendimento às vítimas de violência doméstica.
“Hoje a Polícia Civil dá mais um passo em apoio à todas mulheres, sobretudo as vítimas de violência doméstica. A inauguração desse espaço em conjunto com novas iniciativas junto à comunidade, busca demonstrar as vítimas o quanto a temática tem sido levada a sério, por todos os profissionais da segurança pública, bem como da rede de proteção municipal.” pontou o delegado da 1ªDP Maurício Arruda Coronel.

Encontro ajusta novas medidas no combate a violência contra mulher em Alegrete
Delegado Maurício Arruda falou no atendimento das vítimas de violência doméstica na DP

A secretária e Promoção e Desenvolvimento Social do município Iara Caferatti, destacou a importância de ações como esta. Reiterou o apoio incondicional do prefeito Márcio Amaral no que tange o trabalho árduo de equipes especializadas do CREAS no atendimento às vítimas de violência doméstica. A secretaria destacou que são projetos diferenciados e que buscam um atendimento à mulher que precisa de atenção e cuidados, num momento que se encontra fragilizada.

A coordenadora do Centro de Referência Daniela Haerter, falou da estrutura do órgão e mencionou os diversos serviços de proteção. Em 2020, o CREAS atendeu 1.755 casos, com 302 encaminhamentos a Judiciário e Rede de Proteção. No ano passado foram mais de 167 casos novos envolvendo violência contra a mulher.

Encontro ajusta novas medidas no combate a violência contra mulher em Alegrete
Uma avaliação dos casos atendidos foi exposta pelo CREAS

Neste ano, já foram atendidos 1.109 casos até o mês de julho. Já somam 319 novos casos e no primeiro semestre totalizaram 201 encaminhamentos ao Judiciário. Envolvendo violência contra mulher até julho surgiram 80 novos casos atendidos pelo CREAS.

Um diferencial no atendimento do CREAS no município é quanto aos homens (ofensores), a rede possibilita um trabalho de atendimentos aos infratores. Só em 2020, foram 25 casos novos de intermediação no Centro. Em 2021, até o mês de julho já eram 50 novos casos. Para a assistente social Tainandra Garcia, o trabalho vem acontecendo de uma forma muito proveitosa e resultando finais positivos, embora as dificuldades sejam enormes, o trabalho é realizado com muito esforço de todos envolvidos na rede de proteção do município.

Encontro ajusta novas medidas no combate a violência contra mulher em Alegrete
Sala kids foi inaugurada durante o encontro
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários