Menor, dependente químico foragido do Case, tem lapso de lucidez e empatia e se entrega à Polícia
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Uma cena inusitada demonstrou o quanto as drogas podem destruir famílias. Na tarde da última terça-feira(23), um jovem de 18 anos se apresentou na Delegacia de Polícia de Alegrete.  Ele chegou na DP e informou ao policial que estava no plantão que estava foragido do CASE em Uruguaiana há um mês.  O jovem que cumpre pena na condição de menor infrator, disse que tinha fugido do Case em Uruguaiana para ficar em casa em Alegrete. Entretanto, é dependente químico e usa crack. Por esse motivo, não queria mais ver o sofrimento da mãe devido ao que ela estava passando com ele. O jovem vendia tudo que conseguia furtar do interior da residência e, ver o sofrimento da progenitora o fez tomar a atitude de pedir para retornar ao Case em Uruguaiana. O fato foi levado ao Delegado Maurício Arruda que determinou que o mesmo permanecesse na Delegacia até ontem quando foi levado a Uruguaiana.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •