Mulher volta para a família depois de uma intervenção salvadora na Borges de Medeiros

Há alguns anos, em maio 2017, uma corrente de orações foi realizada na Ponte Borges de Medeiros, em razão do número expressivo de tentativas e suicídios que aconteciam no local.

Se há alguma relação ou não, isso não está muito claro, porém, desde então, todas as pessoas que tentaram algo contra si, foram impedidas ou salvas, sem registro de óbitos, desde então.

À época, o “Ato de amor por Alegrete” organizado pelo CIMEA (Conselho de Ministros Evangélicos de Alegrete) teve a participação da Prefeita Cleni Paz (in memorium).

“O suicídio contraria a inclinação natural do ser humano para conservar e perpetuar a sua vida. É gravemente contrário ao justo amor de si mesmo. Ofende igualmente o amor do próximo, porque quebra injustamente os laços de solidariedade com as sociedades familiar, nacional e humana, em relação às quais temos obrigações a cumprir. O suicídio é contrário ao amor do Deus vivo”, afirma o número 2281 do Catecismo.

No Capivari, a incomum amizade de Tião e Pig

E, mais uma vez, na noite de segunda-feira(25), uma mulher de 50 anos foi salva. De acordo com a Brigada Militar, a guarnição foi acionada e, no local, identificou que a pessoa era a mesma de uma situação anterior, de uma outra ocorrência, pouco tempo antes em decorrência de um desentendimento com o companheiro.

A mulher foi acolhida e o Samu a encaminhou até a UPA, onde ficou em atendimento.

Em muitas abordagens do PAT com psiquiatras e psicólogos, o assunto sempre foi destacado como um problema sério e que  necessita ser debatido.

Os anjos são seres iluminados que vestem fardas, jalecos, mas, que em outras situações, são pessoas “simples” que trazem consigo a essência do desprendimento e da empatia.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários