Pandemia provoca cena emocionante de dois irmãos em escola do interior
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

No último domingo(29), um registro mostrou muito mais que dois meninos fazendo um lanche, representa a responsabilidade, dedicação e o carinho que eles têm pela Escola Estadual  de Ensino Fundamental Arthur Hormain, em Alegrete. A família e a escola formam uma equipe. É fundamental que ambas sigam os mesmos princípios e critérios, bem como a mesma direção em relação aos objetivos que desejam atingir. A força de vontade dos irmãos em aprender demonstra o carinho, cuidado e respeito entre professores, crianças e seus pares. Tudo sempre fundamental para o desenvolvimento pleno dos sujeitos.

Moradora da Zona Rural de Alegrete dá exemplo ao descartar lixo de forma correta

Essa parceria demonstra, acima de tudo,  o caráter de cada pessoa e, mesmo quando crianças já demonstram o quanto isso influencia e algumas atitudes são valiosas. Na manhã de ontem(30), depois da imagem viralizar nas redes sociais, a reportagem do PAT entrevistou a diretora do educandário, Angelisa Kulmann Alves.

Arnaldo, o azulzinho, deixa dignificantes exemplos ao se aposentar

Há mais de 30 anos atuando na escola, a diretora falou da importância que cada aluno tem para o educandário e frisou que neste momento de pandemia em que tiveram que se adaptar de forma muito rápida há várias mudanças, todos os alunos que não podem ir até a escola para buscar o material ou levar quando solicitado, ela mesma é quem faz essa ação. “Ontem foi uma surpresa quando vi os dois chegando. Eles disseram que estavam com saudades da escola e que decidiram fazer a caminhada para entregarem os cadernos como solicitado, já que o carro da família estava estragado. Foi uma caminhada de 5KM dos irmãos” – disse.

Angelisa completou que os alunos são assistidos pela direção, que faz visitas periódicas ao núcleo familiar deles, levando e trazendo aulas programadas, mas neste dia, eles vieram por vontade própria, pois era, domingo quiseram fazer um passeio. “São crianças do campo e quiseram vir até à escola de onde estão com muitas saudades e já aproveitaram para trazer a devolução das aulas. Este é um momento delicado, dedicado a preservação da vida,em todas suas instâncias, é importante pensarmos há quanto tempo estamos em Pandemia Quantos momentos já foram vividos pela escola com seus alunos e familiares? A realidade da escola do campo não é a mesma da cidade, muitos destes momentos, não foram mostrados nas mídias, mas estamos acompanhando todos os processos educacionais com nossos alunos e fazendo o melhor, dentro das nossas possibilidades.  Não estamos pertos, mas estamos juntos” – ressaltou a diretora.

Edson e seus inseparáveis parceiros são exemplos de uma verdadeira amizade

Rafael da Silva Pedroso cursa o 8° Ano e o irmão Luiz Carlos da Silva Pedroso o 6° Ano. A publicação inicial foi na página da 10ª CRE – Ações Pedagógicas.

“Os alunos Rafael Pedroso e Luiz Carlos Pedroso da E.E.E.Fundamental Arthur Hormain, escola de Campo do município de Alegrete, caminharam de sua residência a escola 5 km para entregar as tarefas escolares nesse domingo 29 de novembro de 2020. A Diretora Angelisa foi a Escola para recebê-los”.

Os alunos foram bem recebidos pela diretora que também os agraciou com um lanche. Depois de uma conversa, de tirar as dúvidas, eles retornaram para casa, desta vez, foram de carro.

 


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •