Pesquisa do Sindicato da Alimentação revela os supermercados mais barato de comprar

Após dois meses sem divulgar a pesquisa de preço nos 5 principais supermercados de rede da cidade, o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Alegrete entrou o ano divulgando mais uma pesquisa.

Cesta básica
Cesta básica

A cesta básica mais cara de Alegrete neste início de ano ficou para o Peruzzo. A pesquisa feita o dia 18, verificou o preço total da cesta em R$ 263,04. Em outubro, a mesma pesquisa apontou o valor de R$ 245,07 uma suba de R$ 17,97 na cesta da Peruzzo. Por outro lado o valor mais baixo coube a Ecomix, que em outubro do ano passado figurou entre as cinco, com o preço mais baixo. O atacarejo em janeiro apresentou a cesta em R$ 249,57 diferente dos R$ 232,90 de 2021.

A Rede Vivo aparece na pesquisa com uma cesta orçada em R$ 261,53, logo em seguida vem o Baklizi com R$ 254,39 e o Nacional que em outubro foi o mais caro, nessa pesquisa teve a cesta totalizada em R$ 252,09. Oito Reais a menos que em outubro de 2021.

Outubro e novembro geram repasse superior a 23 mil do Rotativo ao Município

Numa comparação com os valores da cesta básica encontrados no ano passado, a pesquisa da entidade sindical apresentou uma variação de preços. A maior suba da cesta superou os R$ 20,00 e apenas um supermercado teve redução, com pouco mais de R$ 8,00.

Para o consumidor que pesquisa preços a pesquisa serve de um aliado na hora de economizar. Entre os produtos de higiene listados pela pesquisa o menor valor coube ao Nacional R$9,99. Já o maior valor ficou para Rede Vivo R$ 11,49. Entre os itens de limpeza, o preço mais baixo foi encontrado na Ecomix R$ 40,11 e o valor mais alto foi na Peruzzo R$ 59,54.

Brigada Militar teve um ano de desafios e projeta atuação mais ostensiva em 2022

Entre os itens que chamam a atenção na cesta, aparece o quilo do tomate que foi encontrado por R$ 7,98. O quilo da carne de agulha por R$ 26,99 o óleo de soja por R$ 9,99 e o pacote de 5kg de açúcar por R$ 20,99.

Para o consumidor atento, que prefere pesquisar antes de ir às compras, vale a pena conferir a listagem dos produtos com seus respectivos valores. O trabalho feito pelos sindicalistas Roni Marteganha e Nilo Romeiro, traz números detalhados dos itens de uma cesta básica nominada pela Instituição.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários