Procon intensifica fiscalização em segmentos sensíveis ao estado de calamidade pública do estado

A Prefeitura de Alegrete, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, em conjunto com o Procon, está realizando a proteção dos consumidores locais mediante uma intensificação das atividades de fiscalização em diversos estabelecimentos comerciais do município.

Essa ação coordenada visa monitorar de perto as práticas de precificação e identificar possíveis casos de aumento de preços abusivos, especialmente em setores sensíveis como revenda de gás, supermercados e postos de combustíveis. O contexto do “Estado de Calamidade Pública” que afeta o Estado do Rio Grande do Sul adicionou uma urgência adicional a essa iniciativa.

Recentemente, duas reuniões foram realizadas com representantes desses estabelecimentos, como parte de uma análise aprofundada das práticas de precificação adotadas em meio à crise atual. O foco é garantir que os consumidores não sejam lesados por práticas comerciais abusivas.

O Procon está atuando para assegurar que os fornecedores estejam praticando uma precificação justa e transparente, além de garantir que os equipamentos de leitura de código de barras estejam em pleno funcionamento e corretamente calibrados.

O orgão fiscalizador enfatiza a importância dessas ações para proteger os consumidores contra práticas comerciais abusivas, especialmente em momentos de crise social, quando a vulnerabilidade dos cidadãos é exacerbada.

Se inscrever
Notificar de
guest

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários