Salgado Filho aguarda há 7 anos extensão de rede para ligar condicionadores de ar na Escola

Uma situação, no mínimo, estranha está acontecendo na Escola Estadual Salgado Filho.

Ar condicionados inoperantes da Escola Salgado Filho
Ar condicionados inoperantes da Escola Salgado Filho

Relata o vereador Moisés Fontoura(PDT) que foi procurado por pais de alunos daquela escola relatando o caso de 13 aparelhos de ar condicionados que foram instalados na escola, e desde 2015, não podem ser ligados, porque é necessário fazer extensão de rede.

Mulheres desfazem relação, mas uma não se conforma e o caso foi parar na DP

Ar condicionados inoperantes da Escola Salgado Filho
Ar condicionados inoperantes da Escola Salgado Filho

Diz o vereador que já entregou um documento na SEDUC, em Porto Alegre, e na Assembléia Legislativa solicitando que esse problema seja resolvido.

A última informação que Fontoura recebeu do departamento de obras da SEDUC é de que não seria prioridade, porque tem outras questãos mais urgentes que precisam ser feitas em escolas estaduais.

Servidores da Susepe fazem operação padrão no Presídio de Alegrete

Ele pergunta se durante todo esse tempo, porque isso não foi realizado, pois afinal é um investimento com dinheiro público e os aparelhos correm, inclusive, o risco quando forem ligados não estarem em boas condições.

Escola Estadual Salgado Filho- Alegrete
Escola Estadual Salgado Filho- Alegrete

-Os pais me procuraram, principalmente porque quando ocorrem temperaturas extremas, tanto no verão como agora no inverno, seria prudente que esses aparelhos fossem ligados.

A Escola Estadual Salgado Filho atende 138 alunos do 1° ao 9º ano. A escola é dirigida pela porfessora Edilene Oliveira que tem buscado de todas as formas que esse aumento de carga seja efetivado para que os alunos, professsores e servidores possam usufruir dos condicionadores de ar.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários