Subnotificação em razão do auto-teste pode ser a causa para a redução dos casos de Covid

Embora o uso de máscara não seja obrigatório, principalmente, em locais fechados, ela pode ser uma grande aliada contra o avanço das síndromes gripais.

covid-19
covid-19

Conforme informações da direção da Unidade de Pronto Atendimento de Alegrete – UPA – nos últimos dias, de todos os atendimentos diários quase que 70% correspondem a síndromes gripais.

Porém, o aumento em síndromes gripais pode confundir a população se é influenza ou Covid-19. Com o aumento na imunização e os sintomas semelhantes, muitas pessoas estão buscando o auto teste nas farmácias. De acordo com o analista técnico de gráficos da SMS de Alegrete, Marco Rego, essa pode ser uma das explicações para o Município estar com um número muito inferior de positivados em relação aos demais da região. “Aqui, não passa de 20, tem dias que estamos registrando 10 casos novos, quanto que na região há cidades com 50 casos diários. Pode ser que as pessoas não estejam realizando teste por tratarem como gripe e também à queles que realizam o auto-teste e não informam a Secretaria de Saúde – pontua.

Situação caótica do Presídio de Alegrete será tema de audiência pública

Ambas as doenças são transmitidas por via respiratória e os cuidados preventivos são muito semelhantes. Entre as principais orientações, estão: evitar aglomeração, utilizar corretamente a máscara, cobrir nariz e boca, manter os ambientes ventilados e o isolamento das pessoas que estão com algum sintoma respiratório. Por esse motivo, o uso da máscara pode ser um grande benefício.

São sintomas equivalentes, mas cada síndrome respiratória possui características diferentes. A Influenza se trata de uma doença sazonal, em que os sintomas são conhecidos pelos médicos, e o diagnóstico é clínico-epidemiológico. Já o teste é o único modo de identificar a covid.  

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários