Acredite, neste fusca, casal percorreu parte da América

Acredite, nesse fusca, casal percorreu parte da América
Acredite, nesse fusca, casal percorreu parte da América

Casal que saiu de Campo Bom, que pertence a Região Metropolitana de Porto Alegre, realizou uma grande aventura em um Fusca. Eles passaram por Alegrete, nesta semana, e fizeram vários registros no painel do Canto Alegretense do Hotel Alegrete.

Acredite, nesse fusca, casal percorreu parte da América
Acredite, nesse fusca, casal percorreu parte da América

Daniel Lima e Janaína Feldes, saíram de Campo Bom e foram para Montevidéu – Uruguai. Na sequência, seguiram para Colônia Sacramento, onde pegaram o Buquebus e chegaram em Buenos Aires – Argentina (Buquebus e o barco da travessia). Seguindo viagem, foi a vez de Santa Rosa, província Lá Pampa.

Caverá, Rainha do Sol e Jacaquá seguem próprios para banho

Acredite, nesse fusca, casal percorreu parte da América
Acredite, nesse fusca, casal percorreu parte da América

De lá, chegaram em Bariloche, região Patagônia e, a partir daí, iniciaram o retorno. O casal chegou novamente na Província de Lá Pampa, Buenos Aires e seguiram em direção a Passo de Los Libres , onde atravessaram a Fronteira e chegaram em Alegrete, no dia 5.

Mulheres são mais suscetíveis e adultos até 30 anos são maioria na nova onda da Covid

Acredite, nesse fusca, casal percorreu parte da América
Acredite, nesse fusca, casal percorreu parte da América

Daqui, eles saíram dia 6, e foram direto para Campo Bom, retorno ao lar. O casal realizou essa aventura em Fusca e destaca que foi um grande aprendizado.

Veja o relato de Daniel:

Saímos de Campo Bom dia 23 de dezembro e retornamos dia 6 de janeiro.
Foram 15 dias de viagem e 6.850 km total.

Em 2019, fiz 8.000 km com este Fusca, fui para o Atacama, sozinho. Somente o Fusca eu e Deus. Outro roteiro e achei a viagem fantástica.

Desta vez, eu e minha esposa conseguimos tirar férias juntos e baseado na minha viagem anterior, resolvemos realizar esta aventura juntos.


Queríamos muito conhecer a América do Sul e achamos muito conveniente continuar as aventuras de Fusca, pois seria algo mais interessante e divertido.


De fato, foi uma diversão em todos os lugares que paramos, pois as pessoas brincavam conosco e elogiam o carro.


Outros viajantes buzinavam e abanavam, com gestos positivos quando passavam, acredito que muito pelo visual do fusca.

Geralmente, quando parávamos para abastecer, conversávamos, pois as pessoas nos questionavam de onde estávamos vindo e para onde iríamos, sempre ótimos momentos de descontração com pessoas simpáticas e queridas.

Recém chegamos em casa, descarregamos o Fusca, iniciamos processo de lavar roupas, organizar casa, pagar as contas e quando paramos, instantaneamente iniciamos a conversa sobre uma nova viagem, impressionante o quanto vivemos este momento.

O drama do alegretense que teve graves queimaduras no fogo do churrasco

Estas viagens nos mostram perspectivas diferentes sobre os lugares, culturas e sobre as pessoas .

Também tivemos excelentes momentos onde conversamos muito nestas longas horas de estradas, sem telefone, sem internet, voltamos à moda antiga, muita conversa com um bom chimarrão.

Enfim, este é um pequeno resumo sobre nossa viagem – finalizou.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários