Alegrete realiza encontro preparatório para adoção de crianças

Na terça-feira (17), a cidade de Alegrete realizou o 1º encontro de preparação para adoção do ano de 2021.

Poder Judicário, MP, Prefeitura e equipe técnica
Poder Judicário, MP, Prefeitura e equipe técnica

Na terça-feira (17), a cidade de Alegrete realizou o 1º encontro de preparação para adoção do ano de 2021.

Estiveram presentes no auditório do Ministério Público de Alegrete, o Juiz de Direito, Dr. Thiago Tristão, a Promotora de Justiça, Dra. Luiza Trindade Losekann, a Defensora Pública, Dra. Amanda da Gama, a Assistente Social Judiciária, Aniele Oliveira, a Secretária de Promoção e Desenvolvimento Social, Iara Caferatti, juntamente com a equipe técnica da Moradia Transitória.

No salão, os casais pretendentes à adoção da Comarca de Alegrete participaram atentos ao primeiro encontro de preparação para adoção do ano de 2021.
Inicialmente, foi explanado aos casais como se dá o trabalho do Judiciário, Defensoria Pública, Ministério Público e da equipe da Moradia Transitória nos processos de adoção.


Também foi realizada uma atividade dinâmica com os casais a fim de melhor conhecimento e pretensões dos futuros pais adotivos.

Aulas presenciais com mais alunos e vida nas escolas


Logo após, a Promotora de Justiça e o Juiz de Direito descreveram como ocorrem os processos de entrega voluntária à adoção, de destituição do poder familiar e de medidas protetivas.
A Assistente Social Judiciária apresentou as etapas do cadastro e explicou como é realizado o processo de habilitação no Sistema Nacional de Adoção, bem como funcionam os critérios da lista de habilitados e as reavaliações dos habilitados.


A equipe técnica da Moradia Transitória descreveu aspectos importantes sobre o acolhimento institucional e o acolhimento familiar.

Neste primeiro encontro 20 pessoas já estão habilitadas em Alegrete. Nem todas são casais, destacou o Juiz Thiago Tristão.


O magistrado frisou que existem outros pretendentes habilitados, mas que não participaram desse encontro, pois já tinham feito essa mesma atividade anteriormente.

Ficou acordados entre os participantes, a celeridade nos processos para as famílias substitutas. Embora o município não tenha nenhuma criança apta a adoção no momento, este ano já foram concretizados vários processos de adoção em Alegrete.

Se inscrever
Notificar de
guest

1 Comentário
Mais antigas
O mais novo Mais Votados
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Deborah

Muito interessante essa reuniões pra dar mais entendimento e seguranqça aos casais que estão dispostos a adotar . Até mesmo pra sabe ao certo como funciona tudo legalmente . Muito bom