Áudio fake sobre falta de luz e água nesta sexta-feira foi um desserviço à população

Na noite de quinta-feira(13), um áudio em grupos de WhatsApp gerou pânico em muitas famílias que já estavam preparando reservatórios para água, devido a possibilidade de falta de energia e consequentemente, água na cidade.

O PAT, buscou informações e soube através da assessoria de imprensa da RGE Sul que a informação era um fake News.

Veja abaixo a nota da companhia.

A RGE informa que em sua área de concessão não há problema de atendimento à demanda por energia elétrica em virtude do calor, assim sendo não procedem as informações contidas em áudios repassados por meio de aplicativos de comunicação, que afirmam haver desligamentos generalizados de equipamentos da rede de distribuição elétrica, em virtude do forte calor. A RGE ressalta ainda que, suas redes estão dimensionadas para atender eventuais elevações de carga em razão da altas temperaturas e que em caso de qualquer problema pontual nas redes, suas equipes estão mobilizadas para o restabelecimento no menor prazo possível.

O que a RGE sempre recomenda aos clientes é o uso consciente da energia elétrica, conforme as dicas a seguir:


• O chuveiro elétrico é o aparelho que mais consome energia em uma residência. Ao utilizá-lo no modo “inverno”, o acréscimo no consumo é de até 30% em relação ao modo “verão”. O banho passa a ser responsável por 25% a 35% dos gastos na conta de luz nos meses mais gelados. Para economizar, o correto é reduzir ao máximo o tempo do banho. Dessa forma, o cliente consegue reduzir, além da energia, o consumo de água. Se o cliente diminuir em 5 minutos do seu tempo de banho, pode economizar em torno de R$ 10,00 por mês;


• O ar condicionado pode representar em média 15% do valor de sua conta de luz, porém se utilizado de forma intensa e incorreta pode ser o grande vilão da conta de energia. Para economizar, tome os seguintes cuidados: mantenha portas e janelas do ambiente fechadas, evitando assim a entrada de ar do ambiente externo. Limpe sempre os filtros. Mantenha o ar-condicionado sempre desligado quando você estiver fora do ambiente por muito tempo.

Evite deixar o equipamento ligado o dia todo, além de evitar regular a temperatura abaixo dos 22º. Ao adquirir um equipamento prefira os modelos inverter com selo PROCEL, pois são os equipamentos mais econômicos;


• A geladeira compete com o chuveiro como um dos equipamentos que mais consomem energia em uma residência. Ela representa, em média, de 15% a 20% do valor da sua conta. Para este caso, a dica é instalar a geladeira em local bem ventilado, não encostando em paredes ou móveis, longe de raios solares e fontes de calor, como fogões e estufas. Nunca utilize a parte traseira da geladeira para secar panos ou roupas. Degele e limpe a geladeira com frequência e não se esqueça de manter as borrachas de vedação da porta em bom estado. Se for comprar uma geladeira nova, também procure modelos com a tecnologia inverter, que economizam cerca de 40% – 50% se comparado aos modelos convencionais;


• Atenção com outros equipamentos como freezers, adegas, cervejeiras e afins. Esses equipamentos podem consumir até mais do que uma geladeira convencional. Uma boa alternativa para economizar é abrir mão desses equipamentos durante o período do verão que é quando o consumo aumenta. Panelas, fornos e fritadeiras elétricas se utilizados frequentemente também podem representar uma grande fatia da conta de energia;

Artesã Alessandra Anacleto morre aos 47 anos


• O uso de lavadoras de roupa consome mensalmente 10kWh, 5% do consumo total de uma residência, quando ligada duas vezes por semana. Já o ferro de passar roupa, quando ligado por 1 hora durante doze dias, pode representar de 12 a 20 kWh no final do mês. A dica aqui é procurar acumular roupa para lavar e secar tudo de uma única vez. Esse conselho também vale para quando for usar o ferro elétrico;


• As lâmpadas também têm um papel importante no consumo, a iluminação representa de 5% a 15% do valor da sua conta de energia. Lembre-se sempre de apagar as lâmpadas dos ambientes desocupados e dê preferência a lâmpadas de LED. Eles iluminam melhor, duram mais e consomem menos energia. As lâmpadas de LED são em média 50% mais econômicas do que os modelos fluorescentes;

Vagner Souza, terapeuta psicanalítico, redescobriu a vida e todas suas possibilidades no Rio de Janeiro


• Um eletrodoméstico muito utilizado neste momento em que as pessoas estão mais em casa é o televisor. Ele fica ligado, em média, de 4 a 5 horas por dia nas casas brasileiras. A potência média deste aparelho é de 150 watts, porém, os modelos mais antigos alcançam valores bem maiores. O consumo mensal de energia elétrica de um televisor fica entre 10 e 30kWh, e ele pode ser responsável por entre 5% e 10% da sua conta. Por isso, lembre-se de desligar a TV quando ninguém estiver assistindo.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários