Cadastro aponta mais 200 catadores que passam a ter acesso a serviços sociais e de saúde no Projeto Reciclador

Com objetivo de melhorar a atividade e humanizar a categoria, os catadores de Alegrete puderam formalizar suas atividades e garantir seus direitos por meio de um cadastro no Projeto Reciclador.

E para isso, todos os catadores de materiais recicláveis e/ou reutilizáveis já foram cadastrados na Secretarias de Meio Ambiente e de Promoção e Desenvolvimento Social.

Um dos objetivos, além de saber quem se dedica de fato a esta atividade em Alegrete, o cadastro também incluiu a categoria de trabalhadores no Cadastro Único para que possam receber os benefícios sociais.

Ser de luz quando parte permanece iluminando outras paragens

Quem ainda não se cadastrou pode procurar as Secretaria de Promoção e Desenvolvimento Social, Meio Ambiente ou diretamente no CRAS de referência de cada catador do Município. Conforme a Secretaria de Meio Ambiente, 227 fizeram o cadastro, porém 170 frequentam, regularmente, as reuniões e atividades propotas pelo projeto Reciclador

A Secretária Gabriela Segabinazzi salienta que com isso o setor está oganizado e os trabalhadores têm mais dignidade, porque antes ninguém os via e hoje eles têm acesso a serviço de saúde e serviços sociais, atesta. Maiores informações pelos fones: 3120 1015 e 3120 1014.

Se inscrever
Notificar de
guest

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários