fbpx

Ciclistas encerram o ano com pedal de 105 km, em estrada de chão, até Quaraí
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um desafio de tirar o fôlego, tanto pela distância percorrida como pelos locais históricos por que passaram no pedal aventura, ciclistas de Alegrete e São Francisco no último domingo (20).

Como a pandemia impediu provas e competições, integrantes do Trilha Aventura de Alegrete e Legião do Pedal de São Francisco, idealizaram um cicloturismo para encerrar o ano de 2020.

Como já tinham pedalado em asfalto de Alegrete a São Francisco resolveram fazer um estradão e escolheram Quaraí como destino.

Primeiro, os ciclistas foram de carro mapear o trajeto para ver o que os ciclistas iam ter pelo caminho. E ao clarear do dia, por voltas das 5h 30min, o grupo, inicialmente, que seria de 32 e fechou em 24 ciclistas, dos quais  três mulheres ( todas atletas) saíram de Alegrete.

Depois de curta pedalada, pela BR 290, o grupo entrou na estrada dos Pinheiros, seguindo na estrada da Rivadávia Correia. Nesse trajeto, passaram por lindos lugares históricos como as estações férrea da Rivadávia e Baltazar Brum.

E, a cada 32 km, eles davam uma parada para tomar água, energético, se alimentar e fazer registro do que a história e o tempo ainda conservam na imensidão do pampa gaúcho.

Acidente de trabalho deixa duas pessoas feridas em Alegrete

Uma aventura com o pé no pedal, a mão no guidão e o equilíbrio na mente, os atletas passaram por sangas e estradas pedregosas. Os ciclistas seguiram pelo corredor aos Fundos da Fazenda São Fernando onde entraram, fizeram fotos e conheceram um pouquinho da história do local.

Motorista morre ao atropelar capivara na BR 290 em Alegrete

Um estradão de belas imagens que contam a história e peculiaridades de quem vive nas planícies de nosso pampa e que agrega cultura a quem escolheu fazer de parte do seu tempo essa aventura sobre duas rodas.

O cicloturimo seguiu, apenas com algumas quedas normais de grandes percursos, mas com a garra e a motivação de quem se desafia todos os dias em cima de uma bike pelo prazer do esporte e a plenitude de uma vida saudável.

No corredor da morte pegaram o último trecho rumo a Quaraí onde chegaram ao meio dia, depois de seis horas de pedal fechando 105 Km em cima de duas rodas até a Querência Querida, na fronteira do Brasil com Uruguay em Artigas.

Muitos deixaram de ficar com a família, em pleno domingo, para acompanhar o trajeto. Uma demonstração de camaradagem que se afina com quem gosta de pedalar aqui em Alegrete.

A logística foi realizada por três carros que seguiram o trajeto com água  suplementos e matéria de apoio em caso de problemas com as bikes. Os ciclistas de São Francisco de Assis vieram até Alegrete de carro que também acompanham o trajeto.

De Quaraí, todos voltaram cansados para Alegrete, de carros, junto com suas bikes, porém realizados e felizes pela superação que o esporte proporciona.

 Vera Soares Pedroso

Fotos:  Lucas Gutierres e Vagner Torres


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •