Erva-mate está 15% mais cara em maio

A partir do dia 12 de maio, o valor bruto da erva-mate deve ficar mais cara em todo Rio Grande do Sul. Isso se deve à nova alíquota de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que vai registrar uma suba de 15,56% no valor quilo do produto.

O motivo é o decreto assinado pelo Governador Eduardo Leite, que fez subir o ICMS sobre a erva de 8% para 12%, segundo a secretaria da Fazenda. Embora o valor não seja muito alto, a suba se deve também a outros custos como: transporte, embalagem, comissão para vendedores e valor cobrado pelos mercados para expor as mercadorias.

Pastor evangélico de Alegrete atualmente em Lageado: “é inacreditável tudo que está acontecendo aqui”

A reportagem do PAT entrou em contato com o gerente de um dos supermercados do Município e procurou entender quais os impactos dessa nova medida. Segundo ele, a erva-mate está presente em 8 de 10 carrinhos dos alegretenses e essa suba pode mudar a marca que os consumidores costumam comprar, mas um boicote ou uma diminuição na compra do produto é bem pouco provável, salientou.

Se inscrever
Notificar de
guest

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários