Jardel está desaparecido há 30 dias; família busca respostas

Na sexta-feira dia 17 de maio, completou-se um mês do desaparecimento de Jardel Nunes Ferreira, de 24 anos, natural de Alegrete.

Jardel foi visto pela última vez ao sair do trabalho em uma lavagem de carros, por volta das 18h. Ao chegar em casa, ele pegou o capacete e informou à mãe que sairia para realizar uma “corrida”, prometendo voltar logo em seguida. Desde então, seus pais não conseguiram mais contato com ele.

Passagem de Matteus no BBB despertou saudade em conterrâneos distantes de Alegrete

Uma manifestação foi realizada no dia 24 de abril em Alegrete, organizada pelo pai de Jardel, Gilmar Massary, e pela mãe, Cristiane Nunes. O evento reuniu um grupo de pessoas que caminharam pela cidade em busca de respostas sobre o desaparecimento do jovem. A caminhada começou na Praça General Osório, passou pelo centro da cidade e parou em frente ao Palácio da Câmara de Vereadores, onde foram feitas orações pelo bem-estar de Jardel. Posteriormente, o grupo se dirigiu até a frente da Igreja Matriz para entoar cantos e louvores. A manifestação terminou em frente à Delegacia de Polícia, onde os familiares permaneceram em oração e agradeceram a presença de todos os participantes. O evento ocorreu de forma pacífica.

“Só minha casa foi seis vezes alvo de ladrões”, diz moradora do Capão do Angico

No dia 25 de abril, foi encontrada a primeira parte da carcaça da moto de Jardel, próxima à ponte de acesso às unidades militares, localizada na rua General Vitorino, em Alegrete. Três dias depois, no dia 28 de abril, as partes restantes da carcaça de uma moto Honda foram encontradas nas margens do rio Ibirapuitã, ao final da rua Doutor Lauro Dorneles.

Maio é marcado por datas relevantes, prevenção de doenças e conscientizações diversas

A delegada da 1ª Delegacia de Polícia responsável pelo caso, Fernanda Mendonça, afirmou que o inquérito ainda está em andamento. Segundo ela, continuam sendo realizadas diligências, incluindo oitivas de pessoas, trabalhos com relatórios técnicos e outras ações para localizar Jardel. Devido ao tempo decorrido e às circunstâncias da falta de contato, a polícia trabalha com todas as possibilidades, inclusive crime contra a vida.

Os familiares de Jardel continuam em orações e buscas incessantes, na esperança de obter respostas sobre seu paradeiro.

Se inscrever
Notificar de
guest

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários