Menino que joga na Praça da Juventude quer apenas uma bola de futebol

Queria que dessem atenção a essa praça para que guris como eu pudessem praticar futebol e outros esportes. Depois da aula e almoço eu caminho uns sete Km para vir para cá, porque é triste ficar sozinho e sem fazer nada"

Jogador - Praça da Juventude
Jogador - Praça da Juventude

As Olimpíadas que aconteceram em Tokyo mostraram o esforço, conquistas de atletas brasileiros e de outros países e despertaram um sentimento nas crianças e jovens de que a pratica de esportes é uma das melhores atividades de lazer e terapia ao Mundo.

Voltando aqui para a nossa pequena e não menos importante aldeia, vimos crianças e jovens querendo fazer alguma atividade física, principalmente agora na pandemia em que muitos ainda estão restritos às suas casas por longos meses.

Brick na Praça voltou em grande estilo, apesar das restrições sanitárias

Mesmo com a praça da Juventude “fechada”, crianças de bairros próximos e outros mais distantes, todas as tardes, quando não está um frio rigoroso, jogam futebol e outros usam a pista de skate.

Jogador - Praça da Juventude
Jogador – Praça da Juventude

O garoto ES de 13 anos, que morava no Airton Senna 1 e agora mudou com o pai para o bairro Saint Pastous, é um dos que há poucas semanas, depois das aulas, online pela manhã EMEB Marcelo Faraco, marca ponto na Praça da Juventude na Avenida Caverá.

Ele diz que jogava no campo do areião e agora vem para cá, porque vive muito só e enquanto o pai trabalha gosta de jogar futebol.

O menino que está no 7º ano comentou que a bola de futebol que usam, de um dos amigos, é muito ruim e gostariam muito de ganhar uma nova.

  • Queria que dessem atenção à Praça para que guris como eu pudessem praticar futebol e outros esportes. Depois da aula e almoço eu caminho uns sete Km para vir para cá, porque é triste ficar sozinho e sem fazer nada”.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários