PRF pede apoio da Câmara para uma nova unidade operacional em Alegrete

A PRF de Alegrete é responsável pela jurisdição de um trecho de 150 km na BR 290

Um grupo de policiais rodoviários federais, por intermediação do ex vereador Rudi Pinto, ocupou o plenário da Câmara de Vereadores, no dia 31, para solicitar uma moção de apoio do Legislativo para a construção de uma nova sede da PRF em Alegrete. O PRF, Marcos Alves Fogassa, diz que a casa adaptada na década de 70 e com inúmeras reformas já não oferece mais condições de segurança ao atendimento à comunidade e nem ao trabalho dos policiais.

Alegretense, praticante da “Queda de Braço”, garante um Top 5 em São Paulo

E antes que haja uma desmobilização do posto local vieram solicitar apoio aos políticos de Alegrete para que façam uma pressão junto à bancada gaúcha e federal, por emendas parlamentares para uma nova unidade operacional da PRF no Município, nos moldes das unidades padrões que já existem no Brasil.

Músico alegretense é o novo integrante do grupo Os Monarcas

Ele lembra que com o novo trevo que será feito em frente ao local, para acesso ao frigorífico, a tendência é fazer com que tome a frente do posto e antes que venha fechar, os policiais que atuam em Alegrete, vieram pedir apoio aos políticos da cidade. Salienta que é uma luta de todos para que Alegrete possa continuar com o serviços da PRF. A Polícia Rodoviária Federal, em Alegrete, atua com 11 policiais.

Defensores da causa animal se deparam com atrocidades todos os dias

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários