Rui do Prado, o popular Maré, morreu aos 80 anos

Rui do Prado, morador do bairro Tancredo Neves, morreu na segunda-feira(10), aos 80 anos.

Ele deixou a esposa, Amélia Prado, e três filhos. O alegretense era conhecido por sua dedicação ao trabalho e pela presença constante em eventos locais.

Alegrete é a cidade que mais vacinou contra influenza na região da 10ª CRS

Iniciou sua carreira na Prefeitura Municipal, onde trabalhou muitos anos na limpeza das ruas e posteriormente como cuidador dos banheiros nas praças. Além disso, Rui ganhou destaque na comunidade por vender pipocas em uma carrocinha durante eventos e aos domingos nos parques, bem como no EFIPAM.

Prado também foi um dos apontadores do jogo do bicho na cidade, realizando apostas manualmente até pouco tempo. Conhecido carinhosamente como “Maré” pelos moradores do bairro, sua figura era familiar e respeitada na região.

Nos últimos meses, ele lutava contra o Alzheimer, doença que vinha afetando sua saúde. Sua partida deixa um legado de trabalho e memória na comunidade do Bairro Tancredo Neves, destacou o amigo Miro Souza.

Se inscrever
Notificar de
guest

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários