Delegado de Polícia intercede junto a órgãos ambientais para resgatar coruja

Na tarde da última terça-feira(28), o Delegado responsável pela Decrab de Alegrete, Erickson Freitas, fez o relato de uma ocorrência pouco comum, inusitada.

Ele foi procurado por uma pessoa que solicitou auxílio em razão de uma coruja que, aparentemente, estava ferida. A ave estava em uma residência na região central de Alegrete.

No relato do Delegado, ele destaca que imediatamente entrou em contato com a Secretária do Meio ambiente, Gabriela Segabinazzi que se mostrou solícita em auxiliar, assim como, o policial militar da Polícia Ambiental, soldado Fragoso.

Homem é gravemente ferido a golpes de facão e deixado em pátio de residência

A PATRAM foi ao endereço e realizou o resgate do animal para avaliar a situação. Em contato com a Polícia Ambiental, na tarde de quarta-feira, o PAT foi informado que a ave seria colocada em liberdade ainda no final da tarde.

Estelionatário ameça acusar homem de pedófilo se não receber 500 reais

“A ave da espécie Coruja das Torres, já está recuperada, acredito que ela só tenha se batido em algum lugar e será realizada a soltura” falou o policial.

Já em relação ao texto do Delegado Erickson, um dos pontos frisados por ele também foi de que toda a ação para o resgate da Coruja foi realizada através de contatos feito pelas redes sociais. “Admirável mundo novo”- exclama.

Ele encerrou agradecendo a prontidão e trabalho de todos, da mesma forma, para a pessoa que procurou ajuda para a ave.

Secretário Rosso anuncia alterações no trânsito e nova rotatória

Saiba mais:

A Coruja Das Torres é uma ave de rapina pertencente a ordem dos Strigiformes e que assim como a maioria das espécies de coruja possui hábitos de vida totalmente noturnos, exceto em algumas raras vezes em que decide sair durante o dia para ir em busca de algum alimento pra si ou para seus filhotes.

Esta espécie possui uma característica bem marcante que é a face em formato de um coração, o que lhe dá uma aparência bem característica e ajuda na diferenciação desta com as demais espécies de corujas.

Conhecida também como “Coruja da Igreja”, esta espécie leva este curioso nome pelo fato de gostar de habitar em lugares curiosos, como na torre de igrejas e no alto dos prédios, porém ainda pode ser encontrada em terrenos abertos ou até mesmo em cavernas.

A Coruja das Torres é uma espécie bem comum e que pode ser encontrada com muita facilidade em diversos locais, exceto  em floresta e matas mais fechadas, que são os locais que elas mais evitam ficar.

Elas se alimentam de diversos animais pequenos e que de preferência sejam capturados por elas enquanto ainda estejam vivos, sendo que os roedores estão entre os seus favoritos. Esta espécie de coruja geralmente caçam as suas presas em regiões mais próximas a cidade, uma vez que não gostam de adentrar florestas e matas.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários