Ela não troca o lendário Ibirapuitã pelas águas azuis do mar de Garopaba

Participe da sessão Saudade do Alegrete, mande sua história para: email- redacao@alegretetudo.com.br. WhatsApp: 55 999287002.

Katiuscia Oliveira
Katiuscia Oliveira

Mais uma alegretense que ama e tem uma imensa gratidão pelo seu lar, o Alegrete.

Acompanhe mais uma incrível história no Saudade do Alegrete.

Hoje, ela reside com o esposo e o filho, em uma cidade que tem praias desenhadas, assim como, programas ideais para a família. Seu nome é de origem indígena e significa “enseada dos barcos” uma das paradisíacas praias do belo litoral catarinense, a encantadora Garopapa. Mas, mesmo com tantas belezas que contrastam com o azul do mar, é o Rio Ibirapuitã que ela tem seu coração.

Cliente é surpreendido com gesto de funcionária de mercado

Katiuscia Oliveira (ex Kati Fotógrafa), filha da professora Dora, que já participou do Gastronomia no PAT, e é sobrinha do fotógrafo das “antigas” Alvarengue Oliveira, atualmente, também, é a mãe do Dom.

Katiuscia Oliveira
Katiuscia Oliveira

Ela disse que saiu cedo “do Alegrete”, residiu em várias cidades de culturas diferentes, mas tem muito orgulho de não ter perdido o “sotaque” e a essência rural.

“Nunca vi, nem de longe, cidade mais tradicionalista e sempre enchi o peito pra dizer: sou pelo duro do Alegrete” – acrescenta.

Na adolescência, Kati costumava vir nas férias para visitar mãe e irmãos. Ela começou a fotografar e a mãe sempre a incentivava a fotografar aqui, mas ela(Kati) pensava: quem vai querer fotografar comigo?

Pois então. Um dia, resolveu fazer um anúncio e atendeu algumas pessoas próximas em Alegrete e as fotos viralizaram de uma forma inacreditável, salienta.

Mais um alegretense que ganhou o mundo em busca de sonhos e leva o Baita Chão no coração

“Atendi um verão que foi intenso, em Alegrete, começava pela manhã e terminava ao anoitecer, foi lindo demais! Cheguei a chorar ao chegar na casa da minha mãe, minha maior incentivadora, pensando que não iria dar conta de atender bem minhas clientes, de encontrar um lugar especial para cada uma.

Mas fiz um atendimento totalmente diferenciado preocupada com cada uma, um Ensaio diferente do outro e conheci pessoas incríveis, que transformaram minha forma de ver a vida. Recordo das lindas histórias e, neste período, realizei o primeiro ensaio masculino de Alegrete, que deu um booommm, e todos queriam saber “quem é ela?” – lembra Kati da primeira experiência profissional que teve na sua terra natal.


“Tenho muita saudade do carinho recebido em todos os lugares que passava em Alegrete, fui recebida com muito Amor. Tenho orgulho da minha terrinha, sempre bati no peito pra defender meu Baita Chão. Hoje, minha vida virou, pós pandemia, e com filhinho de 2 anos, precisei deixar a fotografia de lado. Casada, escolhemos viver em Garopaba SC, pensando na qualidade de vida pro meu Guri”- comenta.

Na atualidade, Kati disse que não vive a vida badalada dos eventos, ensaios bombásticos, festas que, por sinal, fez muitas parcerias especiais. Agora um pouco fora das redes sociais, escolheu levar uma vida com tranquilidade e curtir o filho. A mudança foi super difícil, teve dificuldades e às vezes ainda é estranho para quem viajava muito, sem destino, mostrando o valor e perfeição de cada mulher, em seus ensaios.

“Estou feliz em viver nesse paraíso (você não imagina a paz no coração, lugar transformador – Garopaba), e agradeço as pessoas queridas que ainda me seguem, torcem por nós e pedem um retorno nos clicks. Sempre que possível quero que meu filho vivencie o orgulho de ser desse Baita Chão.

Agradeço os melhores momentos da minha carreira, por ter sido aceita e a confiança de todos clientes do meu Alegrete. Fiz com muito amor e total dedicação todos os trabalhos realizados na minha terra Natal.

Em especial, também, fica o agradecimento aos bons amigos que me deram a mão e tenho orgulho de ter clientes que se tornaram pessoas que levo até hoje no coração. Obrigada meu Alegrete! Todo meu agradecimento de coração!”- encerra.

Veja na galeria alguns trabalhos realizados em Alegrete:

Participe da sessão Saudade do Alegrete, mande sua história para: email- redacao@alegretetudo.com.br. WhatsApp: 55 999287002.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários