Motorista de Peugeot é presa em flagrante por dirigir embriagada em acidente com morte

Na noite de ontem (26), um acidente envolvendo um Peugeot resultou na morte de Maria Fernanda Tassinari Pereira, de 28 anos.

O fato ocorreu na Avenida Eurípedes Brasil Milano, em Alegrete. Segundo os policiais, a motorista do veículo, com 24 anos, foi submetida ao teste do etilômetro, que registrou 0,39 mg/l de álcool no organismo. Esse nível é considerado crime conforme o artigo 306 do Código de Trânsito Brasileiro. Desta forma, ela foi presa em flagrante e levada ao Presídio Estadual de Alegrete.

De acordo com o advogado Eder Fioravante, a motorista afirmou que havia sido chamada para dar carona aos demais ocupantes do veículo, que estavam em um bar. Ela relatou que um dos passageiros, sentado no banco do carona, ao seu lado, teria puxado o freio de mão, fazendo com que perdesse o controle do carro. O Peugeot colidiu com o muro de uma residência e, posteriormente, com uma árvore.

Choque elétrico com recorrência mata pessoas; Bombeiros alertam para as causas e como prevenir acidentes

A condutora evadiu do local a pé, indo em direção a Praça Getúlio Vargas e, em posse das características, a guarnição logrou êxito em abordá-la na Rua Vinte de Setembro, esquina com a Rua José Bonifácio (aproximadamente uma quadra do local do acidente). A mulher foi identificada e apresentava visíveis sinais de embriaguez. No local do acidente compareceu o Samu e o Corpo de Bombeiros, sendo constatado o óbito da passageira de 28 anos.

Maria Fernanda Tassinari Pereira sofreu lesões graves e morreu no local. Os outros passageiros foram levados à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), inicialmente com informações de lesões leves, contudo, saíram ilesos.

Idoso que adaptou uma bicicleta com placa solar leva música gospel à cidade

Por volta das 2h45, a perícia de Santana do Livramento, chegou ao local. A mãe de Fernanda, Magali Tassinari, em entrevista à reportagem do PAT, expressou sua dor e destacou as qualidades da filha. Fernanda trabalhava no Banrisul como atendente, cursava Matemática e Administração, e era mãe de uma menina de 11 anos. Além disso, Fernanda também era prenda do CTG Vaqueanos da Fronteira e tinha participado de concursos de beleza, ficando em segundo lugar no Miss Alegrete em 2010.

O acidente segue sendo investigado pela polícia para esclarecer as circunstâncias exatas da colisão. A motorista foi autuada em flagrante por homicídio doloso. Magali afirmou que sua filha nunca deu trabalho e pediu justiça pelo ocorrido.

Manoel Viana| Idoso tem morte cerebral em razão de agressões na cabeça; a motivação do crime ainda não foi esclarecida

Fernanda Tassinari

As últimas homenagens a Fernanda serão realizadas na Funerária Paraíso, e o sepultamento ocorrerá às 16 horas, no Cemitério Municipal de Alegrete.

Se inscrever
Notificar de
guest

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários