fbpx

‘Era inocente e brincalhão’, diz irmão sobre homem assassinado na casa do vizinho em Alegrete
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

“Estamos em choque até o presente momento, buscaremos por justiça, por explicação e pela certeza de todos os acontecimentos” – disse Eduardo Alves, irmão de Osório Fernandes Alves Neto de 37 anos que foi assassinado na madrugada do último dia 9. Ele estava na casa de um vizinho quando ocorreu um desentendimento com um indivíduo que estava acompanhado de uma garota de programa. O acusado de ser o autor do homicídio seria responsável pelo transporte da mulher de uma casa noturna em Alegrete.

Joaquim, o homem trans que luta pelo respeito à opção sexual das pessoas, participa de campanha em Alegrete

A morte precoce do alegretense gerou muita comoção aos familiares e amigos. O relato é de uma pessoa do bem, que gostava da vida do campo e parceiro dos amigos, foram algumas das palavras de carinho atribuídas a ele.

Osório era estudante de zootecnia do IFF, um sujeito simples, inocente, brincalhão, viveu intensamente cada minuto da sua vida, foi marcante com todos que conviveu. Ele se dedicava à propriedade rural da família que fica no Parové, adorava o campo.”Sempre gostou de diversão, de estar juntos das pessoas e de estar junto da mãe que era sua maior inspiração. O laudo preliminar indica uma facada no peito, mas ainda não nos informaram o laudo final. Ele foi assassinado ao lado da sua residência, num local que ele sempre gostou muito de fazer jantas.” – comentou.

Ainda muito comovido com o ocorrido, Eduardo disse à reportagem que para a mãe Leuze Paim Alves, foi um choque. Todos estão “anestesiados” com o ocorrido que parece um pesadelo.

“Casal, maravilhosamente louco”, leva muita alegria às pessoas

Eduardo fez um agradecimento pelas mensagens e carinho recebidos. Acompanhe:

Em meu nome e de minha mãe e demais familiares agradecemos todas manifestações de carinho recebidas em razão do brutal acontecimento com o Osório. Certamente o nosso Osório, na sua imensa simplicidade, deve estar conformado e indo ao encontro dos entes queridos que já partiram.

No ano regido por Iemanjá, mãe das águas, os Orixás preveem um ano de mais provações para os alegretenses

Temos a plena certeza que o Osório colhe, no plano espiritual, as bondades que praticou nesse plano bem como está liberto de todas as dores do corpo físico.

Será a sua trajetória que nos dará o entendimento para todos os últimos acontecimentos, com vibrações positivas emandas da caminhada que ele teve.

Um homem do bem, pessoa simples, amigo de seus amigos, risonho, brincalhão, bobo e, em quase 100% dos seus atos, inocente nas suas atitudes. Partilhamos muitas alegrias, entendimentos, tristezas, choros, risos e ele partiu deixando o legado da União!

Bruna, a alegretense que especializou-se em compreender os sentimentos e a alma feminina

Vai Osorinho, brilha. Vó Maria  vai te acolher e eu e a Leuze estaremos aqui sendo fortes o suficiente para entender tudo isso. Temos mais uma estrela linda no céu.

Abaixo o link do post sobre o homicídio:

Homem é morto a facadas em Alegrete

 

Flaviane Antolini Favero

 


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •