Projeto Consolador ampara famílias na entrada do cemitério

Há três anos consecutivos, o Grupo de Evangelização da Igreja Universal, sob a coordenação do Pastor Marcos Moraes, vem desempenhando um trabalho de apoio e consolo chamado "Projeto Consolador".

O objetivo dessa iniciativa é manifestar o amor de Deus pelo próximo por meio da oração, proporcionando apoio espiritual às famílias que enfrentam momentos de luto.

Parto humanizado| Veja o relato minucioso de Jéssica, a gestante que vivenciou a experiência

Na entrada do cemitério, neste dia 2, membros do grupo, incluindo obreiros e evangelistas, acolhem familiares que estão prestes a visitar o túmulo de entes queridos que já partiram. Nesse momento de sensibilidade e saudade, o “Projeto Consolador” oferece um espaço onde os podem deixar o nome de seus falecidos ou que precisam de apoio espiritual, por meio de pedidos de oração.

‘Babão’ é preso por tráfico de drogas, pelo Batalhão de Choque, e volta para o presídio em Alegrete

Claudia Adriana Alves, uma das pessoas que procurou o grupo para solicitar orações, compartilhou com o PAT sua experiência e a importância desse trabalho voluntário. Ela afirmou que, em meio à dor e à saudade, o “Projeto Consolador” faz uma grande diferença, fornecendo um suporte espiritual que traz conforto e esperança aos corações aflitos.

O “Projeto Consolador” já se tornou uma tradição oferecendo um gesto de solidariedade e empatia àqueles que estão passando por momentos difíceis. Por meio da simplicidade da oração e do apoio espiritual, essa iniciativa mostra que o amor e a compaixão podem desempenhar um papel significativo na vida das pessoas, especialmente nos momentos em que mais precisam.

Com informações e fotos: Ana Fernandes

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários